Textos

Coitados de vocês, homens

quinta-feira, junho 16, 2011

Coitados de vocês, homens, que jamais saberão como é gostosa a sensação de sempre ter a preferência. Vocês que nunca poderão pôr a culpa na cólica ou na TPM; que jamais verão graça em perder um dia todo no shopping, só vendo as vitrines.

Oh, homens, que não sabem como é revigorante falar sobre todo e qualquer assunto com suas amigas; que não têm ideia de como é traumatizante quebrar uma unha; não entendem, de verdade, como é triste acordar com o cabelo oleoso. Vocês, homens, tão ingênuos, nunca enfrentarão a indecisão na hora de escolher um esmalte. Não irão, nem ao menos, poder seduzir alguém fazendo somente um biquinho de birra.
Homens, que acreditam ser superiores, nem sabem como é gostoso e, ao mesmo tempo, cruel estar sobre um salto agulha. Ficarão a vida toda sem saber como é bom ser abraçada por um homem alto e largo, com braços grandes e fortes.

Homens, meninos, caras, garotos... nunca, nunca entenderão quão importante é passar lápis nos olhos antes de sair de casa; quão triste o final de "O Diabo Veste Prada" realmente é; quão sexy um cara inteligente pode ser. Jamais terão idéia de como é legal não precisar atravessar a rua na faixa, já que alguns caras doentes param pra que você possa passar.
Vocês, inocentes, que não imaginam quantas coisas descobrimos durante nossas conversas rotineiras de banheiro; que não sabem como é gostoso morrer de chorar com um pote de sorvete no colo. Homens que jamais poderão reclamar de um corte na perna feito pela Gillette durante o banho; que jamais perceberão como é difícil entender um cara; que jamais poderão gritar ao ver uma barata ou qualquer outro inseto; que jamais, jamais mesmo, poderão ficar em casa só de baby look e calcinha.
Vocês, machistas, que nunca sentirão a tão comentada, e totalmente feminina, dor da rejeição; que jamais saberão como é triste viver sendo paranóica, ciumenta e temerosa de ser substituída. Jamais esfregarão uma perna na outra, tentando afastar uma leve onda de excitação repentina; jamais saberão como é gostosa a sensação que te obriga a morder os lábios ao ver o peito nu de um cara gato; jamais entenderão o prazer existente que há em ler um romance.
Homens, pobres homens, que não sabem, nem nunca saberão, como é gostoso chorar quando há um cara realmente preocupado contigo te abraçando; como é revigorante usar um vestidinho leve quando o calor está infernal; como é comum e extremamente natural o ato de chorar até dormir, molhando todo o travesseiro.
Vocês, garotos, que nunca terão ideia de como nossos assuntos são interessantes e, mais do que isso: masculinos. Nunca poderão ficar o dia todo com as pernas cruzadas. Nunca poderão cantar loucamente, mesmo estando sozinhos, refrões como "HOW DO I GET YOU ALONE?!!!!" e, portanto, nunca entenderão como é gostosa a sensação de gritar enquanto se canta. Nunca poderão fazer vozes estranhas enquanto brincam um bebê ou um animal.

Nunca, nunquinha, vão poder passar um batom básico porque acordaram com a boca sem cor, e, devido a isso, jamais saberão como é revigorante acordar dispondo de uma rica quantidade de batons - úteis ou não. Homens, simplesmente homens, que jamais entenderão como é frustrante usar uma calça com a calcinha marcada; que jamais poderão sequer abrir a boca para reclamar sobre "dores abdominais", já que nenhum homem fala isso; que jamais poderão xingar outros homens que arrotam no meio das refeições; que jamais saberão como é gostosa a sensação de saber que o cara tá afim de ti e ficar somente provocando.
Homens que nunca poderão reclamar de uma garota-sem-atitude; que nunca poderão fazer balé sem serem julgados; que nunca entenderão nosso mundo; que nunca entenderão que, para nós, coisas pornográficas (como revistas, filmes etc) são motivos de risos e não de... tesão; que nunca saberão como é bom ficar excitada sem aparentar.
Garotos, coitados de vocês, que não podem bater na bunda de ninguém; que não podem falar sobre certos assuntos com seus amigos; que não entendem a graça fantástica por trás de "Romeu e Julieta" e acham que é somente mais uma mera história romântica barata. Pobres são vocês, homens, sempre tão garotos, que são completamente abatidos por uma gripe básica e dizem ser fortes. Oh, meninos, coitados, que têm que lidar com todos os pensamentos de garotas ao longo de suas vidas sem jamais conseguir entender um deles sequer. Vocês entenderiam se não fossem meros meninos.
[autor]

Homem é igual cabelo ! Num dia a gente prende, no outro solta, num dia a gente alisa, no outro enrola, dá uma cortada quando precisa, numa semana a gente amacia, na outra é só dar uma batidinha que ele fica ótimo!
Fala a verdade, cabelo dá trabalho... mas você consegue viver careca!?
[autor]

Achei essas duas comus no Orkut com essa textos MARAVILHOSOS e que dizem tudo e mais um pouco e eu não me aguentei... tive que postar para vocês. Os links para as comus estão no fim dos textos. Espero que gostem e, como eu, se identifiquem com TUDO !
Mudei o theme , vocês notaram ? Achei super fofo, todo inspirado no Dia dos Namorados. Apesar de eu não ter comemorado esse ano, mas o blog merece. Amanhã respondo os comentários, bjs.

Meme

Oque eu estava fazendo há...

sábado, junho 04, 2011


Achei esse meme aletóriamente em um blog e achei legal. Ele se resume em dizer o que você estava fazendo...
...há 10 anos ?
Ano de 2001, nessa época eu tinha 10 anos e estava na 5ª série. Ainda os mesmo amigos e mesma rotina infantil: escola, brincar, Malhação, blá blá blá. Se não me engano, foi nessa época que eu ganhei meu primeiro celular, era um da Nokia 2280, que era tri bala, todo mundo tinha e eu e minha amiga Fernanda ficavamos horas e horas mandando mensagem. Tinha também um tipo de um chat que, não sei que cargas d'água não cobrava e nós conhecemos vários gatinhos por lá. Eu já estava começando a ficar mais saídinha, apesar de já saber das coisas eu não fazia... tri malandra. Mas uma coisa que mudou minha vidinha e que meus pais jogaram em mim no fim do ano, era que eu iria mudar de colégio... o teto caiu na minha cabeça, chorei litros, mas foi um novo passo e agradeço por ele. 
...há 7 anos ?
Já no colégio novo - e partiular - há 3 anos eu "Amava Muito Tudo Isso". Fazia parte da fanfarra (ou banda) do colégio, ficava horrores e não pensava em namoro, já começei a querer sair de noite, enfim... evolução ! Todo ano, nesse colégio novo, tinha um mega evento que a cidade toda vinha ver, mas valia nota para nós. O nome é Festiblagem (Festival de Dublagem) e todos os alunos tinham que participar. Apresentar alguma coisa, dublando alguém, ou pelo menos servindo de equipe de apoio, eu claro, como sou super mitidinha a me aparecer, me apresentei em todos e queria fazer uma apresentação épica... é claro que no fim saia qualquer coisa e os riquinhos do colégio mandavam ver e eu só assistia, mesmo assim o que valia para mim era subir no palco e cantar. Foi em uma dessa que eu dublei a Christina Aguilera com a música Beautiful e na platéia, bem pertinho de mim, tinha um guri que eu gostava, eu cantava olhando para ele, foi mara !
Mas como a vida não é perfeita, naquele ano mais uma bomba ia cair para mim: meus pais se separam / meu pai vai morar em Curitiba / tempos depois eles voltam / meu pai não quer mais moram em Paranaguá / eu não quero morar em Curitiba / estamos voltando para Porto Alegre !
...há 6 anos ?
Depois dos trágicos aconteciments em 2004, voltamos depois de 8 anos para Porto Alegre e eu estou perdida. Amigos novos, cidade nova, canais de TV novos. Passo esse ano inteiro com uma falta de ar do caramba... o que fazer ? Voltei para uma escola pública, o que não seria ruim se não fosse a pior escola da cidade, a esquecida pelo governo, a que os alunos são linchados do prédio e o muro é muito fácil de pular. Na verdade, sem muitos acontecimentos, conheci meu lado rock n' roll mais a fundo e dava bandinhas na Redenção, não que eu gostasse daquela monte de gente vestido de preto com cabelo sujo e tomando vinho babado, mas eu queria sair. O passeio era só pela tapioca da baiana. Só !
...há 4 anos ?
Ah, o meu ensino médio foi um fiasco, matei muita aula, fiquei pouco, saí pouco, dormi muito, colei muito, não tive formatura, que foi o pior de tudo que já me aconteceu nesse colégio podre. Dá para acreditar que todos que passaram por ali tiveram que correr atrás de sua própria formatura ? A escola não fez nada, nem deu as horas. Era "cada um por si e não mexe nas minhas coisas". Nós até que tentamos, vendemos bolo, salgados e refri na hora do intervalo para dar uma grana e o que faltasse nos iríamos dar em dim dim... só deu merda. No fim acabamos dividindo o dinheiro entre todos e cada um para o seu lado.
E dentro de toda essa confusão tem uma coisa boa: foi nesse muquifo que eu conheci meu namorado. Meu Leandrinho que me atormenta a paciência e que está comigo até hoje. E foi oficialmente nesse ano, em 2007 que ficamos e um mês depois namoro =]
...há 2 anos ?
Basicamente, depois de terminar o colégio fiquei um ano inteirinho sem fazer nada. Então em 2009 eu fui á luta e arrumei meu primeiro trabalho. Realmente foi os primeiro que me aceitaram e eu me joguei de cabeça, mal sabia eu que ia ser um inferno. Virei promotora de cartão, sim, aquelas chatas que te atacam quando tu entra em uma loja e querem te enfiar um cartão. Essa era eu, com uma missão impossível de fazar 180 cartões por mês em uma loja nova, em um shopping super contra mão e sem a mínima vontade de fazer essa abordagem agressiva, muito menos de entregar panfleto na rua, de noite e no inverno. Resultado: fui demitida antes dos 3 meses de experiência acabar.
Naquele mesmo ano, um mês depois virei recepcionista em um restaurante chique na esquina da minha casa. O lugar era novo, a comida era diferente, os funcionários só reclamavam e eu e uma colega dançávamos horrores no hall. Cinco meses depois o restaurante faliu e eu estava na rua de novo. Por sorte a dona, que era uam amor de gente, trabalhava na Pizza Hut também e me arrumou uma coisinha lá dentro. Estava lá indo eu para 2 anos de operadora de atendimento.
...ontem ?
Apesar de este mês eu ter feito 4 anos de namoro, nossa relação está meio amarela. Tá complicadao, mas estamos tentando dar a volta por cima e ontem eu estava lá dando o meu melhor lado simpático para ele, pois ultimamente de mim ele só ganha patada. É bom de vez em quando ter dias legais, faz bem para alma.
...hoje ?
Cheguei atrasada no trabalho, me vi atolada de livros e feliz porque a Tereza estava de folga e não ia me encomodar. Apesar disso eu estava meio para baixo... dia estranho esse.
...amanhã ?
Provavelmente terei muito mais o que fazer, levando em consideração que é sábado e o shopping vai bombar. Rezem para que não tenha tanta gente maluca e reclamona.


Post grande, mas espero que gostem. Quem quiser fazer sinta-se FREE.
xoxo

Sorvete de Girafa

Temos um Ateliêr de Amigurumis e outras peças super fofas. Vêm nos seguir!

Quote

"It's just a sparkle but it's enough to keep me going.
And when it's dark out, no one around, it keeps glowing!"
- PARAMORE -