Meme

Tchau 2014!

quarta-feira, dezembro 31, 2014

Último dia do ano. Promessas feitas, arrependimentos deixados para trás, nos resta sentar na frente da tv e assistir a Retrospectiva 2014. Esse ano teve desastres, tumultos, manifestações, gestos de amor, gestos de desamor, mortes, nascimentos, perdas e conquistas. Rolou de tudo esse ano. Então, nesse último dia no ano, vou fazer uma retrospectiva do meu ano.
Essa postagem faz parte do Projeto Fotográfico do Rotaroots. Um grupo de blogueiros enraizados relembrando o "old but gold" na blogosfera.
P.S: para esse post cavei as antiguidades no meu instagram, por isso peço desculpas pela qualidade das fotos, infelizmente não salvei as originais...


Janeiro: Celular novo e primeira foto no Instagram.


Fevereiro: Mês em que larguei meu trabalho de 3 anos na Saraiva faltando 3 dias para o meu aniversário de 23 anos. Essa foto foi antes de sair para comemorar o dia.


Março: Primeiro mês aproveitando o descanso. Conheci o Mário.


Abril: 13 de abril, 1 ano com o gordo sedutor. Parece que foi ontem que ele me seduziu dançando eletrofunk, sua malemolência é incomparável. Te amo.


Maio: Frio, tricô, Luluzinhas e tattoo renovada.


Junho: 4 meses curtindo a malandragem do desemprego, hora de correr atrás e pagar as contas. Depois de um dia de pés cansados entregando currículos, me refugio no meu antigo lar, chamando livraria Saraiva para jogar uma conversa fiada com as gurias e eis que aparece (na época um anjo) minha futura gerente perguntando se elas conheciam alguém para trabalhar em uma joalheria que estava para abrir. Mais que rápido me joguei da cadeira e no dia seguinte estava contratada. Mal sabia eu que os pés cansariam mais ainda. Pandora aí vou eu !


Julho: Inauguração da Pandora em Porto Alegre, gente linda, bonita e sorridente. Com a presença de Jesus Luz, Sophia Abrahão e Giovanna Ewbank, a nossa equipe brilhava embaixo daquela luz. Mês de festa julina e aniversário do meu daddy.


Agosto: 24 anos de Brunno Loss, chá do Henrique, conhecer lugares novos e comer comidas diferentes.


Setembro: Muito trabalho, muita loucura, alguns encontros com as lulus.


Outubro: Cortei a franja ! Arrependi, não arrependi... não sei dizer. Eu gosto, uso, mas não corto mais. Últimas semanas com grandes preparativos.


Novembro: A palavra do mês foi Paramore. Brunno e eu viajamos para São Paulo para ver o show da Paramore no festival Banco do Brasil. Ficamos na casa da minha tia e economizamos em hospedagem, mas foi só. Gastamos como se não houvesse amanhã e comemos aquilo que vimos pela frente. Vocês que moram em SP, sinto inveja da comida, absolutamente.
Um resumo básico da viajem. Chegamos e fomos direto para o festival que começava ás 13h. Teve Pitty, Skank, Paramore e Kings of Leon. Até o show que queria ver teve sol de rachar, chuva, pés na lama, peixe frito com batatas e pizzas cone. Minha frustação foi maior do que toda a cidade quando não pude ver nada do show. Chorei o tempo todo. Fomos embora. No dia seguinte teve. Liberdade,  jornal japonês, Avenida Paulista, girafa, praças e camelôs, shopping, Forever 21 e mais comidas gordas. Voltamos...


Dezembro: Pedi demissão. Porque sim. Esse ano me liberei dos vínculos trabalhistas. Adeus Pandora, adeus shopping. Mês em que a ansiedade de ter uma boa nota no Enem para uma sonhada bolsa em 2015, é grande. Esse mês fui para a praia, passei o fim de ano longe dos meus pais, o que é uma coisa bem difícil para mim, mas inevitável. Descobri que existem fim de anos bem diferentes. Nesse ano vivi, aprendi, fiz. Nesse ano pontes para um ano novo diferente foram erguidas, resta a mim saber caminhar por elas da maneira correta.

Desejo a vocês um excelente 2015, cheio de realizações, coisas novas e inacreditáveis. Estamos nessa vida para viver, não somente para ver os dias passarem. Em 2015 desejo blogs renovados, amores mais ardentes, famílias mais unidas, amigos mais próximos. Desejo tudo aquilo que esses coraçõezinhos pulsarem.
Feliz 2015 ! 

Meme

Meu Natal

quinta-feira, dezembro 25, 2014

Só para não perder o embalo natalino, hoje vou responder uma tag que vi  no blog AML. Ideia original do The More Than You Learn. Tenham paciência e vamos as perguntas !


1. O que você costuma fazer na véspera de Natal e no dia 25 ?
Na véspera é sempre aquela correria. Fazer a ceia, se arrumar, ver se não esquecemos nenhum presente, abraçar todos os amigos, trabalhar até certo horário e dar tempo de tudo isso. Então esse é um dia cansativo. Quando eu era criança era diferente, só me preocupava me arrumar e abrir os presentes. Agora, chega meia noite, a maioria já está caída pelos cantos da casa com sono. Já no dia 25, todos voltam para o almoço e é um dia tranquilo, até demais... sou mais do agito :P

2. Qual seu filme natalino favorito ?
O Estranho Mundo de Jack. Com certeza. Tentei fugir, mas não consigo...

3. E a sua música natalina preferida ?
Se eu tenho uma certeza sobre o Natal é que eu sempre ouço "All I Want For Christmas Is You" com a voz da loira Carey. Fato. Acontece que esse Natal conheci, sem querer, essa música abaixo e está tocando num loop insano aqui.


4. Você tem uma comida de Natal favorita ?
Peru. Não posso negar, espero o ano inteiro pra comer o dito cujo. Só odeio que coloquem frutas cravadas nele... odeio !


5. O que você mais gostaria de ganhar nesse Natal ?
Esse ano o que pedi quando fui tirar uma foto com o Papai Noel fake no shopping foi uma boa nota no ENEM. Não que ele vá atender aos meus pedidos, mas é o que eu quero, uma boa nota para conseguir uma bolsa do curso que não posso pagar. Sei lá, milagres de Natal...

6. Você gosta mais de dar ou receber presentes ?
Dificílimo responder essa pergunta. Amo de paixão procurar presentes, escolher e pensar na pessoa em que estou dando o presente. Fico empolgadíssima em fazer eu mesma o pacote ou até mesmo o próprio presente, adoro fazer coisas manuais. Ao mesmo tempo amo ganhar coisas. Abrir um presente me faz tão feliz :D Acho que quando é de coração, quando a pessoa realmente pensa na outra na hora de presentear, dar e receber é muito gostoso.

7. Você já passou o Natal na neve ?
Não... ~sadly~

8. Onde você gostaria de passar o Natal ?
O principal requisito seria ter pessoas que compartilhem do meu espírito natalino, o que é uma coisa que se perdeu, e muito, aqui em casa. Outro requisito é neve. Como vocês viram na pergunta de antes, eu nunca passei o Natal com neve, nem sequer vi neve na minha vida toda, então ir para os Estados Unidos, Canadá ou Londres seria um Natal de pura felicidade.


9. Sua família costuma decorar a casa ? Quem fica encarregado da decoração ?
Desde criança eu ajudo minha mãe na decoração de Natal em casa. Claro que agora que cresci, eu faço tudo sozinha. Óbvio.

10. É época de Natal. O que você está lendo ?
Nada natalino ~shameonmenatag~ Estou lendo Cilada, do Harlan Coben, e depois pretendo escolher o que mais me apetece na  prateleira.

11. Qual seu cheiro preferido de Natal ?
Essa pergunta vou ficar devendo...

12. Você foi um bom menino / boa menina esse ano ?
Precisa responder ? Posso passar essa ? Ok, próxima !

13. O que sempre tem para comer no Natal ?
Peru espetado com frutas, alguma carne recheada e farofa feita em casa, esses são os elementos básicos que nunca faltam, menos o Panettone. Porque Panettone tem o ano inteiro aqui em casa. O ano inteiro.

14. Como você costuma se vestir na ocasião ?
Sou daquelas que compra roupa nova para as festas de fim de ano, sempre. Geralmente é um short ou um vestido. Tudo bem verão. Bocão dhyva, maquiada e cheirosa, tudo lindo que acaba se desmanchando depois da meia noite...

15. Você começas suas compras de Natal na Black Friday ou deixa tudo para última hora ?
Última hora, como uma boa brasileira que sou.

16. Você sabe embrulhar presentes ? Vocês faz com gosto ou não ?
Amo, amo, amo, amo, amo !!! Faço milagres com um pedaço de papel.

17. Você sabe o nome de todas as renas do Papai Noel ?
Não. Não mesmo. Bateu vergoinha...


18. Você tenta espiar seus presentes antes ou prefere a surpresa ?
Antigamente não tinha nem como, era tão na camufla que eles compravam, me mentiam e quando via já tinha ganho. Hoje a gente pergunta o que cada um quer e pronto.

19. Você abre seus presentes na véspera ou na manhã de Natal ?
Véspera sempre. Aqui em casa nos comemoramos tudo na meia noite, aniverário, Natal, Páscoa, qualquer coisa... sempre na meia noite.

20. Quando você descobriu a verdade sobre o Papai Noel ?
Como eu travei nessa pergunta, resolvi questionar a minha mãe e o que ela disse foi:
"Não me lembro, mas acho que tu foi descobrindo aos poucos. Sei que uma vez tu me disse 'Pára de me mentir, eu sei que ele não existe!'. Tu era bem cara de pau. Tu é cara de pau!"
Palavras da dona Maria.

21. Qual o melhor presente de Natal que você já ganhou ?
Minha bicicleta, claro! Me arrependo amargamente de não ter aproveitado mais minha bicicleta, mas foi o que mais gostei. Já ganhei celular, já  ganhei disckman - que meu pai me proibiu de sair com ele nos primeiros 10 minutos que ganhei, já ganhei minha Susi, já ganhei tanta coisa de Natal, mas uma bicicleta nos faz poderosos.

22. Você faz resoluções de Ano Novo ? Você as cumpre ?
Faço, mas nem sempre cumpro. É difícil manter metas e pensamentos por 365 dias.

23. Conte uma história de Natal memorável.
Acho que todos os natais era especiais, cada um na sua maneira, quando eu era mais nova, na época em que não me preocupava com presentes e o lugar natalino era sempre confirmado. Para melhores afirmações, cavei minhas fotinhas de nenis com franja. #meamem




24. O que torna essa época no ano especial para você ?
Podem dizer o que quiserem mas aquele papo de espírito natalino é real pra mim. Sinto que nessa época do ano a cidade se enche com uma áurea diferente, quase como se pudéssemos ver. O sentimento de dar ao próximo se torna mais real, mais do que nas arrecadações de inverno, mais do que cada um comemora o seu aniversário, o Natal é mais especial que isso. A arte DIY nos domina de uma maneira, a criatividade entra com tudo e se transforma no que vemos nas ruas u em presentes aos amigos. Meu namorado sempre é o primeiro a levantar a bandeira e gritar que datas comemorativas são datas comerciais, que são feitas somente para o povo gastar seu dinheiro, que o 13º é uma ilusão do pobre e tals... pode ser que seja, mas pode ser que não, depende daquilo que tu acredita no fundo do coração. ~até rimou~

25. Sua coisa preferida no Natal.
Amigo secreto. Respondo assim, sem pensar, sem respirar, sem dar tempo ao tempo. Amo demais fazer amigo secreto, amo tanto que faço um com as amigas, um no trabalho, um na internet e se a família topar, faço em casa também.
Adoro a organização, a retirada dos papéis, a cara das pessoas quando vêem que tiraram, a busca pelo presente, a ansiedade, a revelação, a sacanagem antes de entregar o real presente, amo, amo, amo !
Os melhores Natais, tem amigo secreto e para ilustrar, finalizo com uma foto do presente de "sacanagem" que dei para um colega de colégio na 8ª série.
P.S: ele era argentino.


Era isso, esse é o último post de Natal. Espero que tenham gostado do natal Azul Calcinha, dos posts anteriores, da Tag, dos DIY, de tudo. Dividi um pouquinho do meu amor por essa data tão desmerecida e comemorada ao léu. Desejo a vocês um excelente Natal, que a ceia de vocês seja farta, a casa esteja cheia, os presentes sejam de coração, os abraços sejam com amor e aquilo mais que significar aí.
HO HO HO

diy

[DIY] Quadro de fios - The Legend of Zelda

segunda-feira, dezembro 22, 2014


Antes do grand finale pré Natal quero mostrar um DIY bem facinho, mas um pouco trabalhoso que fiz hoje mais cedo para dar de presente para o meu namorado. É basicamente um quadro de fios e pregos, só pesquisar por String Art que o papai Google vai dar várias sugestões. Como eu vou dar de Natal para o meu namorado, queria algo que a praga gostasse, e nesse caso é Zelda. A ideia inicial era na tal triforce com a espada e blá blá blá, mas a impressora aqui é ruim, a paciência é pequena e mudei de ideia. Sendo assim vou mostrar o que fiz. Vamos lá ?


Os materiais necessários serão: madeira no formato que desejar | fio ou lã | pregos | martelo | tinta | molde | fita adesiva | tesoura

Para o que eu iria fazer, o molde foi simples, um triângulo de lados iguais e pronto. Na madeira eu preferi não usar fundo nenhum, deixei a madeira como ela é. Talvez eu tenha me arrependido um pouco, mas já foi, por isso recomendo passar uma tinta tri por trás ou pelo menos um verniz para dar brilho.


O primeiro passo é colocar o molde no centro e colar com a fita adesiva para prender no lugar. Depois disso martelar todo o contorno com os pregos. Quando terminei todo o desenho, retirei o molde e decidi fazer uma moldura no quadro, também com fio, então coloquei dois preguinhos em cada canto da madeira e um nem no meio de cada lateral.
Dica: eu achei que pregos sem cabeça ficariam mais bonitos. Realmente eles ficam, mas na hora do trançado o fio pode escapar e tu terá que refazer as partes perdidas. É bem chato.



Para começar o trançado, fazemos um nó em um dos pregos. onde vai ser não importa, mas pense no acabamento. Antes de fazer a Triforce pesquisei bastante as cores e o que fazer.  Eu sou indecisa e não cheguei a conclusão nenhum a não ser que não poderia gastar muito, por isso usei o que já tinha em casa mesmo, mas um quadro que lembre as cores originais fica bem tri #fikdik


Nó feito e refeito. Tudo bem preso, é só começar a trançar. A textura do trançado fica por sua conta, mas eu fiz mais ou menos parecendo uma árvore de Natal, nos três triângulos, então defina o que fica  mais legal e mais bonito com o seu desenho e seja feliz.


Depois de trançar e arrematar com a lã, fiz tudo mais uma vez com o fio de costura preto para dar uma charme a mais.
Dica: mantenha o martelo por perto, pois alguns pregos podem ficar mais frouxos e pular quando tu puxar. O segredo é ter uma madeira não tão fina para o prego entrar bem sem sair do outro lado.


Assim que o resultado me agradou, arrematei tudo e fiz a "moldura" de lã da mesma maneira. Um jeito diferente de fazer é o inverso, ao invés de preencher o meio do desenho, deve-se preencher por fora. Fica bem legal e enche mais o quadro.


Esse foi o resultado do meu quadro, qualquer dúvida comente. Espero que tenham gostado da dica e façam algo assim em casa. Tomara que o Brunno goste.

diy

Ideias natalinas

sábado, dezembro 20, 2014

Faltam 5 dias pro Natal e eu sei que ainda tem gente que não decorou a casa, não comprou os presentes e não faz ideia do que servir no dia, então trouxe algumas inspirações para esse problema. Porque um pouco de DIY não faz mal a ninguém !
















Espero que a casa de vocês fique linda, que os presentes sejam dados com amor e que a ceia seja farta. Até dia 25, folks!

Me faz bem

Comerciais natalinos

domingo, dezembro 07, 2014

Fim de ano e seus comerciais emocionantes e cheios de amor.  Como fã de carteirinha dessa época, fico tão feliz quando vejo essas propagandas bem pensadas, bem elaboradas e tão mágicas. Quem gosta sabe que esse gostinho de Natal é único e não é todos que sabem expressar.
Pensando nessas coisa linda chamada criatividade, listei as propagandas mais lindas e emocionantes que já vi. Preparem seus lencinhos e exclamações de fofura, que o play será dado...








Foram várias, mas são tão lindas que vale a pena perder um tempo do seu dia :) Beijos aos som de guizos, ho ho ho

Pessoal

As tais promessas

quarta-feira, dezembro 03, 2014

Andei pensando seriamente se esse ano devo ou não fazer uma lista com metas para 2015. Todo ano é a mesma coisa: promessas impossíveis e não cumpridas. Cheguei a conclusão de não sou forte o suficiente para fingir que não estou louca para fazer essa tal lista. Listar é uma coisa tão boa, me deixa tão calma e dá a impressão de que há algum plano em curso. O que posso fazer  ?
Como já estamos em dezembro, meu consciente grita "Natal!" e minha lombrigas estão mais do que animadas, vou começar já a fazer minhas promessas ~thumbsup~
Antes de tudo, quero deixar claro aos terráqueos anti-natal que, para mim, a data mais importante do ano, depois do meu aniversário (por razões óbvias) é o Natal. Preparem-se para fotos de Natal, listas de natal, fofuras de Natal, comidas de Natal, Natal, Natal, Natal...


Comecemos os trabalhos, sim ?
Esse ano não quero prometer emagrecer. É uma coisa óbvia, minha barriga tem opinião própria e me faz passar vergonha. Então, não ! Não prometo emagrecer, prometo tomar vergonha na minha cara e ter uma vida + alimentação mais saudável. Nada de McDonald's às 3h da manhã ou um prato de massa com molho branco na janta. Não ! Quero poder subir a lomba da minha casa sem ofegar como uma porca no cio.

Prometo nunca mais cortar a franja. Não que tenha ficado feio, muito pelo contrário, ela ficou bacanuda, combinou com a minha ruivice e fiquei com cara de moleca, maaaas cuidar não é fácil. Acordar com o cabelo parecendo um galo de rinha é a primeira tristeza do dia.

Pensando na faculdade que tranquei, sumi, voltei, tranquei de novo e quero mudar de curso, prometo tomar um rumo na minha vida. Se sei que enfermagem não vai rolar, vou investir na Gastronomia e correr atrás de verdade. Chega de nhé nhé nhé, odeio ser preguiçosa e cansar das coisas. Odeio não saber o meu propósito nessa vida. Odeio estar ficando velha e não ter um destino em vista. 2015 vai tem que ser o ano dos propósitos, das metas definidas. Chega de cu dando sopa. Esse ano vou estudar !

Prometo hidratar mais o meu cabelo e fortalecer as unhas. Prometo tirar o pó do ventilador e lavar as cobertas antes de usar no inverno. Prometo não abrir um zoológico com minhas girafas de pelúcia e sim tatuar uma. Prometo voltar no dentista e recolocar meu aparelho móvel. Prometo postar mais e não abandonar o blog. Prometo dormir mais e acordar mais cedo. Prometo planejar as saídas para não me atrasar tanto (nota rápida pq o assunto é delicado).

Prometo xingar menos e tolerar mais. Prometo comer menos, mas comer bem. Prometo ler todos os livros que comprei/ganhei no Natal passado e aniversário. Prometo terminar minhas listas inacabadas e só começar outras se necessário. Prometo não ser tão boazinha e não fazer aquilo que não gosto para agradar os outros. Prometo, acima de tudo, não prometer. Só cumprir ! No ano em que pretendo virar tudo de cabeça para baixo.
Esse ano prometo ser eu mesma !

Estou participando do Blogmas, um projeto natalino criado pela Patrícia do AML, por isso, além dos posts que já tinha planejado, teremos algumas indicações dela.
Para finalizar, comecei a participar de um projeto fotográfico 15 on 15 do Facebook e vai ter mais um pouco de Natal. Mês cheio de vermelho e verde :)

Pessoal

Mesma novela, novo capítulo

sábado, novembro 29, 2014

Tu não sabe o quanto é difícil pra mim não estar contente com algo e simplesmente ignorar. Não sei me incomodar e fingir que nada aconteceu.

Saber que o fato de eu não te ligar por um dia inteiro, e talvez no próximo, não te afeta em nada. Já que tu não pode me ligar ou mandar uma mensagem sequer. Olhar o que te deixei no Face, então...

Se ser ignorada é uma arte, me vejo totalmente sem talento. Não sei ficar braba e não falar nada. Se dou indireta é pq espero algo de ti. Quero que tu note que eu existo e que gostaria de um reconhecimento, no mínimo. Ou talvez que tu cumpra a tua palavra. Não é tão difícil assim pegar o telefone entre uma tarefa ou outra.

Como eu devo me sentir quando depois de 2 dias sem ser procurada, eu sei que tu ta numa festa com teus amigos bebendo? Talvez fumando de novo. Então tudo aquilo que conversamos foi por nada? Mais um discurso pra eu calar a minha boca e tu continuar fazendo oq bem entende. Depois não adianta omitir os fatos.

Quero poder continuar colocando em prática aquilo que sempre preguei. Que cada um tem sua vida, seus amigos. Cada um pode sair quando quiser e ter seus espaço. Só que dessa maneira é bem difícil.
Confiança é feita de vidro vagabundo, quebra fácil. Não acho que a nossa deva cair no chão.

Depois não adianta dizer que eu só sei chorar ou que não te deixo fazer as coisas. Talvez se me procurar fosse espontâneo, eu não teria que impor a minha presença.

Daí, fico eu aqui. Escrevendo no celular uma coisa que não posso te dizer sem causar uma briga enorme e uma ameaça de 'estou cansado disso tudo, desse jeito não vai dá'. Que idiota que eu sou. Sempre fui, desde o começo. Sempre fui muito disponível, esse é o problema. Vou mais uma noite dormir chorando e esperando que amanhã seja diferente. Ou que a desculpa seja outra.

Boa noite. Boa festa.

Pessoal

O que ainda é

domingo, novembro 23, 2014

Ainda fico feliz quando ganho presentes no aniversário ou de dia das crianças, porque ainda sou a filhinha do meu pai.
Ainda jogo minhas roupas sujas no canto do quarto para minha mãe pegar, todo sábado de manhã e colocar na máquina de lavar.
Ainda grito da minha cama chamando meu pai porque quero um copo d'água.
Ainda ganho o melhor pedaço de bife, aquele que minha mãe tirou todos os nervos que eu não gosto.
Ainda é dia de pizza todo sábado de noite.
Ainda sei onde meus pais encondem meu ovo de Páscoa todo ano.


Ainda tenho vergonha de falar de coisas sérias com meus pais.
Ainda tenho meus cds das Chiquititas.
Ainda sei dançar o Ragatanga.
Ainda me sinto feliz por saber cantar e enrolar algumas músicas das Spice Girls.
Ainda me pego batendo os dedos no lóbulo da orelha.
Ainda tenho o meu último caderno de confidências.
Ainda guardo a minha coleção de revistas, recortes, adesivos e milhões de coisas Avril Lavigne.

Ainda fico horas sem comer nada, só esperando minha mãe voltar para casa.
Ainda espero ansiosa o filme "A Bela e a Fera" sair em dvd.
Ainda me apego a coisas que aconteceram antigamente.
Ainda tenho uma caixa cheia de brinquedos do Kinder Ovo.
Ainda tenho algumas Barbies antigas, mastigadas e pintadas de canetinha.
Ainda guardo as camisetas do colégio assinadas pelos meus colegas e com cheiro de ovo, que jogávamos uns nas cabeças dos outros.

Ainda falo com voz que criança.
Ainda fico horas e horas cantando e decorando músicas.
Ainda vejo as fotos antigas e sinto saudades do que fiz e ainda não fiz.
Ainda sonhos os mesmos sonhos de criança.
Ainda carrego os mesmo objetivos dos meus 14 anos.

Quem sabe ainda sou uma garotinha ?

Textos

Pequenas felicidades de ônibus

quinta-feira, novembro 13, 2014

Depois de um dia de trabalho, exausta, ônibus não vem nunca, entrar e ver aquele lugar vago te esperando.
A paz de abrir seu chocolate, descansando os pés.
Ler uma das poesias no vidro e sorrir.
Linha do primeiro horário: entrar e ver que não tem nenhum conhecido e agradecer, pois tu recém acordou e não quer papo com ninguém.
Reencontrar aquele pessoa que tu não vê à tanto tempo.
Encarar a rua pela janela e perceber que se perdeu em pensamentos.
Depois de tomar um baita susto, perceber que a tua parada ainda não passou.
O motorista te ver lá de longe e esperar tu dar aquele corridinha, só para não perder o bus,
Motorista e cobradores educados que correspondem ao teu 'Bom dia !'.
Observar, observar e observar mais um pouco as pessoas.
Secretamente avaliar e se sentir mais aliviada por ter gente que se veste pior do que tu naquele dia.
Ver "the worst bad hair day than you".
Sentar do lado de alguém quentinho e fofinho, no inverno.
Alguém se oferecer para segurar sua mochila pesada da faculdade, enquanto tu está em pé naquele bus lotado.
Aliviar as costas de alguém refazendo esse gesto.
Ter conversas interessantes com uma senhora simpática que sentou do seu lado.
Rir com os assuntos estranhos e gírias malucas.
Rir mais ainda das besteiras que escrevem atrás dos bancos.


Na Cozinha de Calcinha

Na cozinha de calcinha

segunda-feira, maio 26, 2014

Buenas, hoje estou começando uma categoria nova aqui no blog: Na Cozinha de Calcinha. Vou explicar. Não, eu não cozinho só de calcinha. Apesar dos pedidos do meu namorado, mas não. Na verdade, eu não cozinho at all. Porém, contudo, entretanto, tooo-da via sou daquelas que gosta de cozinhar. Ah, pois é... infelizmente não nasci com o dom. E por não ter nascido com o dom que eu tento, tento, tento, perco a paciência, vou dormir e tento mais um pouco até queimar as panelas...

Nessas minhas peripécias culinárias já fiz muitas estranhezas, por exemplo, uma vez tentei fazer um bolo de miojo. Sim, eu vi na Eliana e achei ô-má-xi-mo, pena que meus pais não pensaram o mesmo... ficou uma gororoba nojenta com gosto de meia suja, cor feia e ninguém comeu. Também já tentei fazer enroladinhos de salsinha com massa de pastel em formato de dedo. Era Dia das Bruxas, meu coração palpitou por não poder ir ás ruas fantasiada e achei que deveria fazer uns quitutes de Halloween... bullshit! Ficou ó uma bosta e, de novo, ninguém comeu...
Fora o meu mingau de maisena que, acompanhem o raciocínio: como eu não queria raspar a colher no fundo da panela pra não ficar aquelas bolinhas na colher, eu comecei a fazer o mingau e mexia só por cima, mas óbvio que o mingau não engrossava, já que a maisena estava toda no fundo. Então eu fui colocando mais e mais maisena, até que aquilo ficou uma massa de farinha de chocolate. A coisa mais nojenta que fiz, até o bolo de miojo, na minha vida. Coloquei tudo em uma sacola plástica, amarrei bem e deixei no lixo do vizinho para minha mãe não ver. Morri de fome nesse dia.

Onde quero chegar com isso é "de péssima cheff sou uma ótima degustadora". Só que isso está prestes a mudar, pois estou me esforçando afú na cozinha. Brunno sabe bem, já que comer minha massa duas vezes. Coisa que meu pai não aprova, já que vivemos no século XXI e na era dos congelados e minha mãe diz que tenho que aprender a fazer arroz. Essa é minha vida na cozinha, então o Na Cozinha de Calcinha vai trazer minhas peripécias culinárias e outras coisinhas sobre o assunto. Se liguem !

Filmes

Como eu perdi 2 horas da minha vida...

quinta-feira, maio 22, 2014

...e talvez mais algumas pesquisando sobre isso.

Domingo de noite: namorado com amiga fazendo trabalho da faculdade, primo do namorado dormindo e eu sem o que fazer no Facebook, sem o que fazer em casa, sem o que fazer da vida. Eis que tenho a "brilhante" ideia de assistir um filme na Netflix. O primeiro que me chamou a atenção foi 'A Mentira', filme que já tinha visto, mas queria ver novamente. OK, o filme acabou, o trabalho da faculdade não. Vamos ver outro filme. Passa, passa, passa... 'The Bling Ring'. Penso eu: "Poxa, é com a Emma e queria saber se o filme e bom e pá". PÁ! Tapa na minha cara quando o filme termina e vejo que duas horas se passaram com um filme bosta. Bosta é a palavra que usei para definir esse filme e essa definição continua.
— "Sorry, but I'm not sorry."
Depois da indignação de ter perdido meu tempo com essa coisa, na hora pensei em postar. Como não gosto de escrever sem saber, fui atrás de informações. No começo do filme dizia que era baseado em fatos reais, mas até aí não diz nada, já que 'Atividade Paranormal' também jura ser o.O Ironias à parte, de site em site, vi que realmente essa cambada de gente metida a rica existe sim, ok obrigada ! 


A tal Alexis Neiers e sua meia irmã Tess Taylor, na época, gravavam um reality show chamado Pretty Wild até a polícia bater na porta deles. Após saber que eles realmente existem e coisa e tal, o filme ganhou alguns pontos comigo, mas infelizmente tenho que deixar o meu descontentamento com a atuação da Emma. Ela não é mais a Hermione, ok, já entendi. Ela pode fazer o que quiser e virar um Macaulay Culkin da vida, mas poderia selecionar melhor essa escolha de personagens... Até a Taissa Farmiga que conheço de outros Carnavais parecia mais natural do que ela. Decepcionada aqui.

Enfim, essas duas horas se foram e não voltam, apenas minha cara pasma permanece intacta. Sinceramente esperava mais, ou outra coisa, não estou bem certa. Vejam o filme, avaliem vocês mesmos. Percam também duas horas de suas vidas só para me fazer companhia... cadê a solidariedade ?

Sorvete de Girafa

Temos um Ateliêr de Amigurumis e outras peças super fofas. Vêm nos seguir!

Quote

"It's just a sparkle but it's enough to keep me going.
And when it's dark out, no one around, it keeps glowing!"
- PARAMORE -