Pessoal

Maioridade

sexta-feira, fevereiro 17, 2012


Sabe, eu costumo pensar em oque eu vou fazer quando estiver com tal idade, ou como estarei pensando, ou oque estarei vestindo. Ás vezes me pego pensando que poderia ter feito tal coisas a muito tempo atrás e ainda nem começei a fazer, como meu aparelho, por exemplo... vira e mexe eu paro e penso que com 23 ainda posso estar com ele, mas se eu fosse mais inteligente teria colocado com 18 ou até mais cedo e agora tudo estaria resolvido.
Agora que fiz 21 todos de disseram que atingi a maioridade, que agora sou gente, posso ser presa e esse tipo de coisa... mas pensando bem não muda muita coisa. Ainda não tenho carteira de motorista, se matasse alguém iria presa do mesmo jeito e sempre me achei gente, apesar de muito agir como criança :)

Eu sempre fui uma pessoa que preza pelo acontecimento que é o meu aniversário. Quero que as pessoas saibam, pois não adianta nada tu estar em um dia super especial e ninguém saber nada. Odeio esse dicurso de 'não quero que ninguém saiba' ou 'não gosto de comemorar a minha velhice', blá blá blá. Todo mundo envelhece e não contar não vai fazer a idade diminuir, não se iludam. Adoro presentes, abraços, puxões de orelha e qualquer outras coisa, sou super divertida e mesmo quando estou triste, estou rindo de alguma coisa, por isso palhaçada é comigo mesma, no meu aniversário então... O ruim é que tu chega em uma idade e percebe que quando mais idade tu tem, mais as pessoas são sérias e os aniversários mais 'adultos' Desculpa, tenho 21 mas não sou adulta. Falta muuuuuita estrada nesse corpinho ainda.

Antes da minha festinha aqui em casa, teve uma certa discussão sobre oque iria ser servido de bebida. Para quem não sabe: eu não bebo. Não gosto, acho ruim e não ajuda no quesito diversão. Por isso só tinha refri... isso causou um motim aos convidados mais chegados na birita e o meu discurso nunca muda "O aniversário é meu e não vai ter cerveja. Eu não bebo e na minha festa não quero ninguém bebendo. Ponto final." Sou careta ? Pode ser, mas não bebo, não fumo, não me drogo e sou eternamente mais feliz.
Apesar de tudo mina festa foi demais e ter 21 anos não muda a vida de ninguém... afinal eu ainda  tinha que ir trabalhar no dia seguinte. No fim a gente sempe volta a ver o começo....

"Existe somente uma idade para a gente ser feliz, somente uma época na vida de cada pessoa em que é possível sonhar, e fazer planos, e ter energia bastante para realizá-las a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.
Uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente, e desfrutar tudo com toda intensidade sem medo, nem culpa de sentir prazer.
Fase dourada em que a gente pode criar e recriar a vida, a nossa própria imagem e semelhança, e vestir-se com todas as cores, e experimentar todos os sabores e entregar-se a todos os amores sem preconceito nem pudor.
Tempo de entusiasmo e coragem em que todo o desafio é mais um convite à luta que a gente enfrenta com toda disposição de tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO, e quantas vezes for preciso.
Essa idade tão fugaz na vida da gente chama-se PRESENTE e tem a duração do instante que passa."

Música

Do it like Jessie J

quinta-feira, fevereiro 02, 2012

Buenas pessoinhas queridas do meu coração. Um ano mais velha, venho falar daquilo que prometi em tempos natalinos: o cd da Jessie J. Aê aê.


De acordo com o nosso inteligentíssimo Wikipedia, Jessica Ellen Cornish ou Jessie J, nasceu em Redbridge, Londres. Além de cantar também compõe suas músicas e para outros famosos como Miley Cyrus, Rihanna e Justin Timberlake. Canta desde pequena e com 11 anos foi expulsa do coral do colégio por cantar alto demais. Descobri sem querer que ela até foi colega de colégio da Adele... será ? Enfim, seu primeiro álbum, Who You Are, saiu dia 25 de Fevereiro de 2011, antecipado pois os fãs queria muito ver ele pronto.

Ele começa com a mais tocada por aí "Price Tag" com a participação de B.o.B, que fala sobre 'esquecer os rótulos, as etiquetas de preços, o valor das coisas, de pensar só no dinheiro', de isso não valer de nada, 'nós apenas queremos que o mundo dançe...'. Seguida de "Noboby's Perfect" que é claramente um desabafo sobre algumas coisas que ela mesma falou e se arrependeu depois, pedindo perdão e dizendo que ninguém é perfeito, muito menos ela... "i known it's time that i learn to treat the people i love like i wanna be loved, this is the lessons learned." Fiquem atentos a batida que é demais. "Abracadabra" tem mais das batidinhas que não te deixam parar na cadeira. "Big White Room" é umas das que ela escreveu quando era mais menina, em um mal momento que ela teve que ficar internada em um hospital e o colega de quarto, que também era criança, acabou falecendo. Detalhe: notem que no cd a música é ao vivo, no gogó só com um violãozinho... reparem na voz #morri.

Bem romântica, "Casualty of Love" não tem uma letra sobre amor. Sim, você não leu errado, ela não fala de amor, mas sim de saber lidar com ele e um pouco de egoísmo, de como saber amar para ser amado, enfrentar seja o que for ao lado da tal pessoa, morrer como uma vítima do amor. "Rainbow" fala apenas que eu, você, seu vizinho, ela, aqueles que podem pagar por suas bobagens e os que não podem, somos todos iguais, o sangue é vermelho e corre em todos no mesmo sentido. Seguindo temos o meu toque do celular, "Who's Laughing Now", que é basicamente todo o bullying que ela teve na escola e agora que ela é conhecida as idiotinhas do colégio 'paga-pau'. A "Do It Like a Dude" é algumas bandeiras que ás vezes e levanto aqui no blog, as do tipo feminista e que nós podemos fazer qualquer coisas como os homens, sim !


Sabe quando nossa mãe diz alguma coisa e nunca levamos a sério ? Pois bem, "Mamma Knows Best" e em batidinha no estilo blues e jazz. Como ela mesma fala na letra da música, ela prometeu nunca escrever sobre amor, mas dane-se i'm looooove, "L.O.V.E". Já "Stand Up" é a clichê de todos os cantores... viver sua vida como se cada dia fosse o último e não se cercar de pessoas negativas, ser feliz, acreditar, amar... butterflies.
"I Need This" é sobre dar o tal tempo na relação, tomar um ar para deixar tudo claro para os dois. E fechando com chave de ouro, dando o nome ao álbum e com uma frase que li de uma fã: "Ela não precisa mostrar o dinheiro que ganha, e falar de sexo em suas músicas, oque faz dela especial é que elas faz músicas para nós nos sentirmos bem, só isso." Com vocês "Who You Are"...



"Às vezes é difícil de seguir seu coração, lágrimas não significam que você está perdendo. Todo mundo se machuca, basta ser verdadeiro com quem você é."

Aviso para as vencedoras: Já tá tudo quase certo para mandar os livros, falta pequenos detalhes que eu não esperava, mas os ditos cujo já estão ao meu ladinho...por isso não se afobem, vai chegar.

Sorvete de Girafa

Temos um Ateliêr de Amigurumis e outras peças super fofas. Vêm nos seguir!

Quote

"It's just a sparkle but it's enough to keep me going.
And when it's dark out, no one around, it keeps glowing!"
- PARAMORE -