Incertezas

domingo, outubro 09, 2011

Geralmente eu não gosto de falar do meu futuro, ou sobre o que eu quero fazer da minha vida, até porque a resposta será somente uma: "Eu não sei" Nunca soube, não sei e pelo jeito vou demorar a saber. Tenho 20 anos e muita coisa aconteceu, já pensei muitas maluquices, desde criança. Já quis ser veterinária, professora, cantora, dançarina, atriz, simplismente famosa, já quis nunca mais levantar da minha cama e não ser droga nenhuma, já quis ser dona de casa, modelo, médica, designer, alcoólatra, piranha, e até mesmo outra pessoa... mas nada disso diz o que eu quero ser hoje, talvez esteja criando o que vou ser amanhã, mas por enquanto fica aquela incerteza pairando.
Em 2007 quando terminei o infeliz ensino médio, com os meus lindos 16 anos, só queria vagabundear. Naquela época eu pensava "Estudar, nunca mais!" e quando ainda não tinha nem feito um ano que o inferno tinha acabado, começou outro: quero voltar para o colégio desesperadamente, quero voltar a ter 13 anos e fazer tudo de novo. O sonho dos meus pais sempre foi o deu eu fazer facul depois do colégio, não que eles fizessem pressão sobre isso, pelo contrário, eles mal falavam, mas no fundo eu sabia. É claro que 4 anos depois esse sonho já murchou, apesar de todo esse tempo eu sempre trabalhar, parece não ser a mesma coisa.

Nesse meio tempo cheguei a fazer um curso técnico de Radiologia, mas achei um saco, fiz até a 3º sementre e cancelei antes do estágio. Podem me matar, minha mãe também tentou, mas fui eu que paguei, eu que não aguentava ir mais nas aulas e ouvir sobre íons, kVs, colimar na área certa, blá blá blá. A melhor parte, confesso, foi a médica. Amei saber as funções de órgãos, os nomes de cada ossinho do corpo, as aulas de enfermagem - até aprendi a esfaquear alguém do jeito certo. Nesse instinto médico dentro de mim que até hoje tenho vontade de assistir aulas de dissecação, parece meio nojento, mas criei uma certa fascinação.
No ano passado eu já tinha pensado em prestar vestibular e minha primeira opção era Teatro, mas tem uma prova de habilitação específica antes do vestibular para ver se tu é apta para cursar esse curso. Essa prova consiste em um monólogo, perguntas do juri e improvisação. Eu fiquei toda mijada só de saber e pulei fora. Um ano se passou e esse ano eu disse que ia tomar coragem e encarar a tal prova, mas ainda estou tremendo nas bases, mesmo assim fiz minha inscrição, paguei e a prova já está marcada para dia 25/10. Vou deixar aqui para vocês verem o texto do monólogo. Otelo - William Shakespeare.

Emília - "É claro que não faria semelhante coisa por um anel duplo, nem por algumas peças de cambraia, de linho, nem por vestidos, anáguas, nem por chapéus, nem por qualquer pequeno adereço, mas pelo mundo inteiro!... Mas eu acredito que, quando as mulheres caem, é por culpa dos maridos, se não cumprem seus deveres e derramam nossos tesouros em regaços estranhos, ou, então, estalam em ciúmes mesquinhos, impondo-nos restrições; ou, ainda, nos batem e reduzem por despeito nosso orçamento habitual, então sim, não somos pombas sem fel e, embora possuamos certa virtude, não temos falta de espírito de vingança. Que os maridos fiquem sabendo que suas mulheres possuem sentidos iguais aos deles; vêem, cheiram, possuem paladar, não só para o doce como para o amargo, exatamente como eles possuem. Que procuram quando nos trocam por outras? Será prazer? Acho que é. São levados pela paixão? Acho que sim. É fraqueza que os faz errar assim? Acho que é também. Pois bem, não temos nós paixões, desejos de prazer e fraquezas como têm os homens? Tratem-nos então bem! Caso contrário, saibam que os males que nos causam nos autorizam a causar-lhes outros males!"

Lendo assim parece fácil, apesar da linguagem antiga. No geral eu tenho que ler a peça completa, saber todinha para depois ser questionada sobre ela. Estou em um desespero e cogitando a possibilidade e não ir na tal prova e prestar vestibular para o curso de escape, Publicidade e Propaganda, e deixar como está. Já procurei lugares onde tem curso de teatro, aulas e tudo mais, mas não bate com o meu horário do trabalho. Realmente não sei o que faço, as gurias do trabalo disseram para eu deixar de ser medrosa e 'encara os cara' e a Dani sempre me diz que a Globo está me perdendo... bom se fosse, hehe !
É com esse faço ou não faço que deixo vocês hoje. Por enquanto a incerteza, amanhã o absoluto... me aguardem.

' I swear the world better prepare for when I'm a billionaire.'

OUTROS POSTS PARECIDOS

12 calcinhas

  1. Logo a incerteza passa, ai você vem postar novidades boas para nós. Boa sorte, independente para onde voc~e for, qual caminhho seguir.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. A gente tem que arriscar. E não fique ansiosa, acredite e confie no que você tem de melhor para teatro. Na vida se a gente não arisscar, ficamos para trás.
    Quanto tempo não passo aqui, né?
    Beeijo, Sharon!

    ResponderExcluir
  3. Menina, crescer não é fácil... também tenho 20 e compartilhei da fase "quero voltar aos 13 anos". Eu sempre tive dúvidas sobre o que fazer de verdade, mas eu nunca deixei que elas me derrubassem. Na verdade, eu passo a impressão de que sempre sei, quando o que eu sinto na verdade é um embrulho de várias coisas.
    Mas a real é a que a gente tem que fazer o que quer mesmo, não adianta se esforçar pra uma coisa que deixa a gente infeliz. Todos os dias, eu tento fazer uma coisa que me dê orgulho, e é isso que me faz levantar de manhã. O bom mesmo é ir testando, e ver o que realmente se gosta.

    Boa sorte com o teste, se é isso que tu gostas, com certeza vai se sair bem! ;)

    ResponderExcluir
  4. O monólogo é muito bom. Eu também já quis ser de tudo um pouco: desde professora até médica. Uma profissão que eu nunca tive interesse era em ser advogada. Atualmente quero me formar em moda, mas o meu sonho mesmo é ser cantora (: Só que é bem mais difícil e complexo do que a gente pensa né? Marketing, gravadoras... mas quem sabe um dia eu consiga realizar meu sonho?

    Eu nunca parei pra pensar mas realmente a geração de hoje são os presidentes e profissionais de amanhã.

    Bjonas (:

    Fique com Deus <3

    ResponderExcluir
  5. Oi linda tem selinho pra vc la´no blog, bjs *-*
    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Sharon minha querida... Eu estudei enfermagem, terminei e me formei mas cadê exercer? Desisto devido a maldade humana que vi em algumas pessoas e acabei de interessando por RADIOLOGIA, mas realmente esse papo de íons não ia rolar.

    Tenho 29 anos e também não sei o que fazer. Na verdade nunca sabemos? Planejamos, tentamos, desisitimos... para tentar de novo e assim vamos seguindo a vida... A única que devemos saber de verdade é que tem dentro do nosso coração! Isso sim tem que ser verdadeiro sempre!

    ResponderExcluir
  7. Oi Sharon. Me identifiquei com seu post demais. Eu terminei a escola mais tarde, era para ter terminado aos 16, em 2007, mas a vida foi me levando a um ponto que eu não queria nada mesmo e provavelmente nada ia mudar minha cabeça. Quando terminei, fiquei ATÉ QUE ENFIM, GRAÇAS A DEUS, NUNCA MAIS QUERO VOLTAR. Nem pensava em fazer facul, achava que um emprego era suficiente. Depois de um tempo, fiquei que nem você, querendo voltar aos 13 anos, viver tudo de novo, fazer diferente.
    Hoje me dia eu quero ter um ensino superior, mas como você eu fico perdida quanto à escolha, todo dia tenho uma ideia diferente do que me faria feliz.
    E, sim, eu sinto que sofro um certo preconceito por não ter feito/estar fazendo faculdade. Mas as pessoas não entendem que cada coisa vem no seu tempo para cada um. Não acho que eu seja acomodada, mas não há nada demais em estar feliz com sua situação.
    beijo ^^

    ResponderExcluir
  8. Oi Sharon.

    Tudo bem?

    Tem post novo no meu blog.

    Bjonas (:

    Fique com Deus <3

    ResponderExcluir
  9. Você terminou o ensino médio com 16 anos? o-o Eu tô com 16 anos e tô no segundo ano, e nunca repeti de ano. E só vou terminar com 18 anos porque eu estudo em federal que é a antiga escola tecnica e o ensino médio da escola tecnica vai até o 4º ano, pelo menos aqui.

    Também ja quis ser muita coisa na vida, eu queria ser milionário sem trabalhar, só tem uma forma de acontecer isso, eu gnhar na Mega Sena né?

    Tem post novo no meu blog.

    Beijo.

    Tenha uma ótima semana.

    Gabriel
    www.uglymonster.sugar-dance.org

    ResponderExcluir
  10. Que isso menina, encara logo essa prova. Se tu desistir mais uma vez vai achar que não tem capacidade e vai ficar sempre nessa. Nós sempre nos surpreendemos com a nossa capacidade, tu vai ver que na hora nem vai ser tããão difícil como ta pensando e quem sabe não passa?
    Se inscreveu em qual universidade? Eu vou prestar Publicidade e Propaganda na UFRGS, só o problema é passar hahaha
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Shakespeare é foda. Boa sorte no teste!
    A única pessoa que pode escrever seu futuro é você. Faça o que você quiser, e provavelmente você não vai se arrepender.
    E agora quem está louca para acabar o ensino medio sou euzinha aqui.
    Bjão!

    ResponderExcluir
  12. Sharon, desculpa pela demora em aparecer aqui, ando meio sumida mesmo! :(

    Mas adorei ler o teu post, porque é como eu me sinto também. Apesar de ter já estar quase no fim da facul, não sei bem ao certo o que quero daqui pra frente. Também tenho um certo medo do que ainda virá na faculdade, porque daqui pra frente só piora, mas meu namorado sempre me diz que quando chega na hora, a gente vê que aquilo que imaginávamos ser um bicho de 7 cabeças, tem uma só, haha. É isso aí, o negócio é enfrentar os medos (olha quem fala) e ir em frente.
    Sobre pensar mesmo sobre o futuro, sou tão indecisa que agora eu só digo: "ah, até lá eu decido o que quero". Parei de me preocupar e estou deixando a vida me levar *-*
    Boa sorte pra vc, espero que a prova seja nota mil, e quero te ver na Globo! *_________*

    beijocas.

    ResponderExcluir

Sorvete de Girafa

Temos um Ateliêr de Amigurumis e outras peças super fofas. Vêm nos seguir!

Quote

"It's just a sparkle but it's enough to keep me going.
And when it's dark out, no one around, it keeps glowing!"
- PARAMORE -