Etiqueta livresca

segunda-feira, outubro 07, 2013

Não é segredo para ninguém que trabalho every single day em uma livraria aqui na capital. Já deixei claro em outros posts a minha indignação quando se trata das barbáries que ocorrem lá dentro. Rá, colocando desse jeito vocês vão achar que já presenciei assassinatos e assaltos a mão armada, mas só digo uma coisa, tudo o que não rola é sangue, pois o resto...
Em um dia de puro tédio, encontro nessa  internet querida e amada um blog que, nada mais nada menos, relata com todo sarcasmo e ironia merecido, aquilo que passo e sofro em uma dia comum de trabalho. Todas as gafes, pérolas, mancadas, disparates, ou qualquer outro sinônimo que queira acrescentar, reunidas numa página repleta e transbordando de amor.



[manual prático e bons modos em livrarias] é simplesmente um achado. A mente brilhante por trás disso é Lilian Dorea, mas escreve e atende, por Hillé Puonto, em homenagem a escritora Hilda Hilst. Sabendo como um sábado perto do Dia das Crianças ou em um Natal pode beirar a mais pura  insanidade, e meus amigos, digo isso por experiência própria, Hillé relata diálogos insanos, pedidos estranhos, comportamentos controversos e por aí vai, ainda dando aquelas dicas para nossa clientela inexperiente.

freguesa: - boa tarde, tem o livro daquela menina famosa?
livreira: - mas qual menina?
freguesa: - aquele lá, o "Anne Frank, drogada e prostituída".
livreira: - não seria "o diário de Anne Frank?
freguesa: - acho que sim, mas ela não também não foi drogada e prostituta?
(poderia ser também "o doce veneno de Anne Frank". quer dizer)

Volto a frisar que são coisas comuns em um dia comum de trabalho comum. Talvez trabalho comum não encaixe corretamente, levando em consideração que não somos nós, livreiros, comuns. Aguentamos pessoas delirantes dia a dia , sem nenhum acréscimo salarial por nossos cabelos simplesmente não descerem...
Nesses quase 3 anos de livraria já passei de Literatura, Papelaria e atualmente SAC, confesso que cada setor me fez ser uma pessoa mais ranzinza e formou essa que sou hoje, estressada nível máximo. Passei por poucas e boas e a cada post da Hillé ouvi meu próprios devaneios vindo a público, então uma coisa tenho a dizer, não estamos a sós nesse mundo.
Não vou só puxar sardinha para o meu lado, sendo justa com todos os lados, ela passa adiante relatos de clientes que tiveram suas experiências e conversas de outro mundo com esses mesmos livreiros que tanto tem a dizer. Sim, nós também cometemos gafes.

2. Ao entrar em uma livraria você deve evitar:
- Deixar seu bicho de estimação fazer necessidades fisiológicas dentro da livraria;
- Deixar seu filho fazer necessidades fisiológicas dentro da livraria;
- Fazer filhos dentro da livraria;

E se não bastasse tudo isso, essa belezura virou livro #todoscomemora Tu pode encontrar delírios impressos e levá-los para onde quiser. Eu, como fã de carteirinha que sou, corri para ter o meu assim que soube que já estavam a venda aqui em Porto Alegre, e pasmem: na concorrência ! Sim, minha livraria não tinha. E minha cara de boi triste ? Tristezas a parte, li o compacto e fofo livro num dia só, intercalando pizza, nuggets e alguns kinders :D
Extremamente lindo, cheio de ilustrações fofas, com aquele papel brilhoso que me dá vontade de pular. Mais do que recomendo, ele deveria ser leitura obrigatória para todos esses ratos e ratazanas de livrarias.



É nesse clima festivo e com todo o amor que finalizo esse post e o meu  último dia de férias. É, amanhã acaba a moleza e a labuta me espera, acompanhada de fritas e milkshake de sobremesa. Voltarei para aqueles que clamam minha volta: meus colegas.
Beijos plimplósos*

OUTROS POSTS PARECIDOS

11 calcinhas

  1. por que não me falou.. ou melhor, por que não comprou um pra miiiiim??? #teodeio

    ResponderExcluir
  2. Bueno, minha cara Sharon, vou começar te plagiando: blogueiros gaúchos são sempre um "achado". Nesta minha quase década de vida blogueira, poucas vezes tive o prazer de deparar-me com alguém da terrinha que tivesse algo a dizer lá pelas bandas do Que Momento.

    Agradeço as felicitações e fico mais feliz ainda em receber uma visita tão qualificada, afinal de contas, trabalhar numa livraria deve dar uma bagagem e tanto em termos literários... A propósito, sugiro que tu também conte teus causos vivenciados, mesmo que já exista blog e até livro com o tema. Cada viés deve ser valorizado e, pelo que percebi, tu também tem humor suficiente para dividir conosco as peripécias que enfrenta por aí.

    Volte sempre! E, sendo POA pertinho, quem sabe uma hora não apareço pro café? Também tenho um livro escrito com minhas crônicas, dá pra trocar boas figurinhas...

    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Esse blog é um máximo, e sempre dou risada desse relato de atendimento. Tem cliente que chega todo trabalhado na confusão, sai um pedido mais doido do que o outro. Não sei se eu serviria pra trabalhar em livraria, simplesmente me esquentaria com um cliente doido desse e partiria pra agressão, haha. Adorei que o blog se transformou em livro, assim que o encontrar, compro um exemplar pra mim. (:

    ResponderExcluir
  4. Oi Sharon!
    Haha, morro de rir com seus posts. Mas peraí. Eu sei como é TRISTE tratar com alguns clientes. Trabalhei em loja de roupa durante três anos e céus! eu estava estressada também. A gente ouve cada uma! Dá vontade de se enterrar com a cabeça às vezes, haah!
    Eu já conheci esse site, mas não tinha salvado na minha lista de favoritos, por isso nem lembrava mais dele. Que legal que saiu livro! Deve ser mesmo mega divertido, haha! :D
    Beijo!

    ResponderExcluir
  5. Eu já conhecia esse blog, mas não sabia que tinha virado livro! Muito bacana mesmo..
    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. aaa .. eu quero quero *___*
    Isso me faz lembrar meu dia a dia no trabalho onde quero mata alguns clientes .. mas não vem ao caso :)
    Te indiquei pra uma tag lá no blog. BEIJOS :*

    ResponderExcluir
  7. Desanimo em ler na biblioteca da escola por pequenas coisinhas assim do tipo. Já escutei tanta coisa bizarra,e já vi cada coisa tensa que te falar viu.... O.O
    Muito legal a ideia do blog ter virado um livro hahah.

    ResponderExcluir
  8. Adoro ler!Amei o seu blog,
    Estou seguindo e se puder me segue.
    Siga a minha fan Page que está em baixo do lookbook.
    http://meuestiloe.blogspot.com.br/
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
  9. Tenho 15 anos e meu sonho é trabalhar como menor aprendiz em uma livraria. Porém acho que depois desse post a expectativa abaixou um pouco, viu? hahahaha :P Eu vivo em livraria e também já vi coisas engraçadas, tipo meninas que vão lá ficar foleando a biografia do Justin Bieber ou brigando pra ver se a do One Direction é melhor.
    Nem imagino como é trabalhar com cliente!
    Minha mãe já trabalhou em colégio e ouvia cada desaforo de aluno/pais.

    ResponderExcluir
  10. Hahaha, deve ser muito bom o livro. Com certeza vou acrescentar na minha lista de desejos e esperar para que alguém me dê de presente. Fico impressionada por haver pessoas que cometem esse tipo de gafes em livrarias. Eu sou sempre tão quieta! Entro, olho, observo, escolho, compro e saio: feliz da vida. :D
    Beijos e boa sorte no trabalho!

    ResponderExcluir
  11. Oii Sharon!

    Guria, vou te contar um segredo: nunca fui em uma livraria. Tá, mentira, fui sim, mas não para procurar por livros. Isso acontece porque eu acho livros em livrarias tãão caros x.x todos os livros que eu comprei foi pelo Submarino, paguei 9,90 por todos eu acho haha e sem frete *-* o que é lindo demais isso!

    O livro parece ser bem tri, principalmente pra ti que se encaixa nas situações, né?

    Beijos

    ResponderExcluir

Sorvete de Girafa

Temos um Ateliêr de Amigurumis e outras peças super fofas. Vêm nos seguir!

Quote

"It's just a sparkle but it's enough to keep me going.
And when it's dark out, no one around, it keeps glowing!"
- PARAMORE -