Sobre estupro e estuprada

terça-feira, abril 08, 2014

Com essa onda de estupros e tudo mais, achei que seria uma boa ideia deixar minha opinião. Ou não. Não vim falar de números, não vim aqui debater a legalidade da tal pesquisa, pois não fui atrás de informações, apesar de me ocorrer "Onde e com quem foi feita essa pesquisa ?" Não lembro em nenhum momento de ser questionada sobre pênis desconhecidos me fazendo visitas inoportunas. Será que foram questionadas as mulheres celibatárias, reclusas e virgens que moram com os pais no sótão ? Não sei, pode ser....
Voltando ao ponto, não quero falar dos números, quero dizer que, independente da tal pesquisa, me sinto no direito de não dividir meu corpo com quem não conheço. É meu. Foi minha mãe que passou talquinho nesse bumbum para não assar e ficar cheirosinho. Foi meu pai que fez aquela cara de reprovação perguntando onde eu estava indo quando ia ver um peguetezinho qualquer. Fui eu que me guardei até os 18 anos para fazer amor somente com um namorado de verdade, que por sinal estávamos há mais de um ano. Fui eu que defendi com unhas e dentes o fato de não achar legal as gurias "darem" na balada. Sou eu que com 23 anos na cara tenho vergonha de fazer xixi com o meu namorado no banheiro. Então não venha me dizer que por usar o meu velho amigo e surrado shorts eu estou dando a liberdade de ser comida no matinho. Não mesmo.


Se tu, que está lendo isso, respondeu sim a pesquisadora, que por sinal deve tomar hormônios, minha amiga... pare de dar para qualquer um ! Pare de colocar a culpa em nós, que estamos aqui do seu lado para deixar os colegas com pênis solto ter a voz mais alta. Vocês que disseram sim ao estupro, estão dando a liberdade para que isso seja legalizado, seja aceito como uma prática normal. Quer fumar seu baseadinho ? Ok, isso é tu contigo mesma. Quer bater uma siririca/punhetinha no quarto ?  Ok, isso é tu te amando. Agora, quando tu envolve outra pessoa, a dança muda. Não venha perder o rebolado e pisar no pé dos outros. Alto lá ! Eu tenho o meu canto da sereia, vai de ti gostar ou não. Foi com a minha cara, façamos par. Não foi, vaza! Sempre tem um  chinelo velho para um pé cansado.

O que mais me deixou feliz com isso tudo foi ver homens, meninos, guris levantando a bandeira do não ao estupro. Esse sim é o país que vai sediar a Copa male male mas vai. Sobre a campanha "Eu não mereço ser estuprada" eu apoio sim e não. Acho a causa mais que correta, mas tem alguma coisa nesse slogan que me incomoda....

Acho que nunca expressei tão bem minha opinião aqui no blog antes. Talvez vocês não entendam, mas disse do jeito que queria dizer. Talvez eu esteja assistindo Law & Order - SVU mais do que o saudável, mas isso está tanto na minha cabeça que quando soube desse opinião pró estupro vi filmes e filmes passando diante dos meus olhos. Desculpe as palavras +18, caso tenham gurias muito novas. Um abraço as feministas, beijo Beyoncé e gurias, vamos dar de pau nos tarados #fikdik

OUTROS POSTS PARECIDOS

8 calcinhas

  1. Mulher alguma merece ser estrupada. O homem não tem o direito de achar que pode utilizar o corpo de um sexo mais frágil como um objetivo e logo após descartar. É impossível que tenham sido mulheres que responderam a pesquisa ou mulheres que saibam o que realmente significa perder algo que é importante e valorizado por você para um homem que nunca viu o rosto e não sabe de sua origens. E quando o estrupo se resultada em algo mais grave? E os traumas? Ninguém parou para pensar nisso quando respondeu. Mulher que é mulher sabe valorizar e se respeitar. Mulher não é apenas roupa, mas caráter e respeito com o seu próprio corpo.

    Um Spoiler A Mais | Promoção Desapego Literário

    ResponderExcluir
  2. Pra mim o que ficou mais claro nessa pesquisa, seja ela verdadeira/falsa ou certa/errada, é justamente o número de pessoas, inclusive próximas, que acham que é okay xingar uma mulher ou esta mesma mulher sofrer qualquer tipo de violência (física ou verbal) por causa da opção de roupas que ela usa. Que mulher que usa shortinho curto e top "vale menos" do que uma que usa calça e camisa. No final, foi ótimo levantar esse debate e ver tanta gente se manifestando.

    ResponderExcluir
  3. Nem mulher, nem homem, ninguém merece ser estuprado ou abusado de qualquer maneira. Será que é tão difícil pra uma pessoa compreender que a roupa que uma pessoa usa não dá direito algum ao outro sobre o corpo dela? As pessoas poderiam andar nuas na rua que isso não seria um problema, não é não, e pronto. Fiquei abismada com o tanto de ameaças que a moça organizadora do manifesto virtual recebeu apenas por encabeçar uma luta que é de todas (e todos também), além dos posts fazendo apologia ao estupro que a página recebeu. Bem, mas essa semana acabamos por descobrir que os dados da pesquisa do IPEA estavam invertidos! Dá pra acreditar num amadorismo desses? Depois da comoção que a pesquisa provocou, agora não dá pra tapar o sol com a peneira.

    ResponderExcluir
  4. Quem é o doido (ou doida) que é "pró-estupro"? Que horror. Eu vi essa movimentação no Twitter e, claro, teve gente que fez pouco. E outros que fizeram piadinha, sempre com aquela de que "e se for bonito não é estupro, é?". Ódio apenas. Não liguei muito pro slogan. Mas gostei da movimentação pela causa.

    ResponderExcluir
  5. adorei esse assunto deu o que falar no trabalho, nenhuma roupa é um convite nós devemos ser respeitadas e não abaixar a cabeça de forma alguma.
    http://blogradioactive.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Sinceramente, não sei da onde tiraram que o estupro deveria ser legal. Acho uma das práticas mais abomináveis que podem fazer, especialmente pelas sequelas psicológicas. Mas, esse assunto já deu muito bafafá.
    O engraçado é que em outros países, a mulher expor muito o corpo é algo inaceitável, tanto que a cultura deles não aceita. Em outros há nudez em público (isso na Europa)! É algo bem complexo, mas acho que independente do que se veste, o sexo não consensual deveria ser crime e ter uma punição severa, independente de ser de homem pra mulher, de mulher pra homem, de mulher pra mulher, de homem pra homem e por aí vai...

    ResponderExcluir
  7. Parabéns,Sharon! Sou evangélico e totalmente contra o estupro! Ninguém tem o direito, muito menos por ser homem, de invadir a vagina alheia!

    ResponderExcluir
  8. Parabéns,Sharon! Sou evangélico e totalmente contra o estupro! Ninguém tem o direito, muito menos por ser homem, de invadir a vagina alheia!

    ResponderExcluir

Sorvete de Girafa

Temos um Ateliêr de Amigurumis e outras peças super fofas. Vêm nos seguir!

Quote

"It's just a sparkle but it's enough to keep me going.
And when it's dark out, no one around, it keeps glowing!"
- PARAMORE -