Eu nunca...

sábado, maio 17, 2014


Eu nunca me abri 100% com ninguém. Não que eu não tenha tentado, mas acho que sempre falta alguma coisa, já que a conversa, para ser conversa tem que vir dos dois lados e dependendo de como ela flui, eu vou omitindo informações, guardando coisas para mim. Talvez eu tenha medo de dizer, talvez eu ache que ninguém vá entender ou talvez eu só não queira ser um livro muito aberto, cheio de orelhas e marcas de mão pelo uso frequente. Se manter nova também faz mistérios.

Eu nunca digo que amo meus pais. Eles sabem, eu sei. Não preciso dizer. Talvez precise, mas esse não é um hábito meu, não fui criada dessa maneira. Não chego em casa e dou um beijo em cada um deles. Dormimos na mesma casa, estamos sempre nos vendo acordar, comer e dormir. Esse tipo de carinho não faz parte da rotina.

Eu nunca sinto que choro aquilo que deveria. Sou chorona por natureza, mas mesmo assim a casa vez que isso acontece eu seguro. Choro baixinho e me escondo, porque não quero que ninguém veja. Já pensei que talvez seja porque minha mãe escondia o choro de mim, consciente ou não, mas eu sabia. Sinto a necessidade de ser forte, não sei explicar.

Eu nunca vou saber ao certo o que quero da vida. Já pensei e passei por muitas coisas que queria levar para vida toda, já quis ser veterinária, cantora ¬¬, já fiz técnico em Radiologia, curso enfermagem e ainda carrego a sonho do Teatro... vai saber, quem sabe eu seja tudo isso junto.

Eu nunca criei raízes em algum lugar. Me mudei algumas vezes, troquei de colégio várias vezes, me desfiz de amizades vezes demais. Sempre quis poder encher o peito e dizer que morei em algum lugar desde sempre, que conheço alguém a minha vida toda e esse tipo de coisas, mas não posso. Na minha relação passada era uma coisa que constantemente vinha à tona, que eu não tinha amigos... pode ser que ele esteja certo, talvez eu não tenha, talvez não exista uma pessoa que me conheça melhor que eu mesma. Meus amigos mais antigos moram a quilômetros de distância e depois de muitos anos, as coisas mudam... as pessoas mudam.
Uma vez li em algum blog, alguém que pensa desse jeito, que também sofreu muito com despedidas... pelo menos sei que não sou sozinha nesse aspecto. Pensando bem, acredito que é por isso que aprendi a me desapegar fácil, me adaptar fácil, a enjoar fácil....

OUTROS POSTS PARECIDOS

9 calcinhas

  1. Me identifiquei com você em diversos aspectos, principalmente nessa coisa de chorar escondido para que ninguém veja. Não sei de onde veio isso, ou como comecei a agir dessa maneira, mas o fato é que eu não gosto de que me vejam chorar e que acabem tomando isso como uma fraqueza, pois se tem uma coisa que não admito que pensem sobre mim, é que sou uma pessoa fraca. E eu também não sou muito de expor emoções, ou ficar me declarando vezes sem conta para as pessoas que amo: é como você disse, eles sabem, e eu sei. Não acho que preciso ficar publicando isso no Facebook ou o que seja.

    ResponderExcluir
  2. Sharon *----*
    nem me fale, eu que faz tempo que não apareço aqui ahahaha
    que bom que gostou das fotos *-*
    ahh obrigada linda <3

    que lindo *-*
    Eu te entendo, e acho que a gente não tem que se abrir mesmo de vez, esse mistério deixa a gente mais espero e causa mais interesse ahahha
    E eu também desfiz muitas amizades, e acho que é normal, porque com o tempo, as coisas vão mudando :)

    foi tão bom ler isso sharon, te conhecer mais, estou de olho nesse desafio ahahahha

    <3 <3
    japona.mairanamba.com

    ResponderExcluir
  3. Me identifiquei com algumas partes do texto, a única que não foi da parte de criar raízes, pois tenho amizades de quando eu era beeeeem pequena e no mesmo lugar desde sempre. Gostei do textos, principalmente, por causa da parte de não me abrir com ninguém e não falar que amo meus pais. Na verdade eu me abro com minha irmã, mas confesso que acho sensacional as pessoas que tem facilidade de se abrir com amigas, por exemplo. Ou seja, adorei o texto e me descreveu perfeitamente. ~~ inclusive, (sendo pidona) onde vc encontrou o tutorial das páginas? ~~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie
      Tentei adivinhar quais seriam essas páginas e não sei :/
      Imagino eu que seja a paginação com setinhas... isso ? Se for é do blog So Kawaii, faz um certo tempo, mas acho que é isso (:
      http://blog.sokawaii.com.br/2013/05/tutorial-personalizando-links-de.html
      Espero ter ajudado :D

      Excluir
    2. Oi Sharon, na verdade, eu queria as páginas que estão fixas no topo. Onde está escrito: Home, Autora,... entende? Bjs!

      Excluir
    3. Aaah ! Eu procurei, mas não achei de onde eu tirei, mas se tu quiser eu posso te mandar o meu. Me passa um email que eu te dou o código *-*

      Excluir
    4. Tá, mas não sei seu e-mail rs. Qual é?

      Excluir
    5. Era pra ti me dar o teu email, mas enfim, o meu é sharonjsdomingues@gmail.com
      (:

      Excluir
  4. Cara você não tem noção de como me identifiquei com o seu texto. Ainda não decidi se é bom ou ruim encontrar alguém que compartilhe dessa característica de poucos amigos, de chorar calado.
    A única coisa de diferente é que eu e meus parentes mais próximos (minha mãe e minha irmã) sempre trocamos carinho. Mas o resto do mundo pra mim não dá pra contar com, sabe? Eu sempre penso que o resto do mundo não vai entender, não vai ser confiável e eu por achar isso não vou ser uma boa amiga, e no final, a inexistência de muitos amigos, parece ser minha culpa.

    ResponderExcluir

Sorvete de Girafa

Temos um Ateliêr de Amigurumis e outras peças super fofas. Vêm nos seguir!

Quote

"It's just a sparkle but it's enough to keep me going.
And when it's dark out, no one around, it keeps glowing!"
- PARAMORE -